<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=542815619221093&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Essas foram as 7 piores contratações do São Paulo na era Leco

wellington-nem-pior-contratacao-do-sp-leco.png

Crédito foto: Divulgação oficial do clube / Érico Leonan

A fase não é boa e, quando as vitórias não vêm, alguém recebe a culpa. O presidente Leco, no cargo desde 2015, quando Carlos Miguel Aidar pediu sua renúncia, graças a denúncias de corrupção no clube, se mantém na função de presidir o São Paulo até hoje, por conta da vitória nas eleições de abril no Tricolor.

Durante todo o seu tempo na presidência, assim como qualquer outro presidente, Leco realizou algumas contratações para o time, umas boas e outras nem tanto. Além disso, o presidente tem recebido críticas por conta dos desmanches que tem realizado no clube, o que ajuda na crise pela qual o São Paulo passa.

Nesse intuito, a equipe do Esportudo decidiu ir atrás das piores contratações já feitas por Carlos Augusto de Barros e Silva e traz em uma lista especial para o torcedor:

7. Sidão (goleiro)

so-nos-temos-sidao-entenda-a-importancia-do-goleiro-para-o-sao-paulo-1.png

Crédito: Divulgação oficial do clube

Contratado com o intuito de substituir Rogério Ceni no gol, Sidão até animou em sua estreia, defendendo pênaltis pela Florida Cup e ajudando o time a conquistar o título da competição diante do Corinthians, porém uma lombalgia o afastou dos treinamentos. Um pouco antes, Sidão disputava a posição com Denis e Renan Ribeiro e alguns erros por parte do goleiro, como gols fáceis tomados, podem indicar que Sidão não foi uma contratação tão certeira assim.

6. Neilton (atacante)

neilton-sp-piores-contratacoes-leco

Crédito foto: Divulgação oficial do clube

Neilton foi uma aposta confiante do presidente Leco, porém falha. Envolvido em uma troca por Hudson com o Cruzeiro, o atacante quase não foi utilizado nas partidas oficiais - apenas dez de 25 jogos - e obteve uma péssima atuação contra o Defensa y Justiça, time que eliminou o São Paulo na Copa Sul-Americana, ocasionando o seu afastamento do clube. Neilton foi devolvido ao Cruzeiro e, atualmente, joga pelo Vitória. 

esportes-instagram

5. Kieza (atacante)

kieza-sp-piores-contratacoes-leco

Crédito foto: Divulgação oficial do clube

Kieza não é novidade nas listas do Esportudo e, mais uma vez, se encontra como uma das piores contratações do time. O atleta foi anunciado em janeiro de 2016 e, após se irritar com as faltas de oportunidades para jogar, o atacante se recusou a atuar pelo clube, sendo liberado em março do mesmo ano. No momento, também se encontra no Vitória.

4. Buffarini (lateral-direito)

buffarini-sp-piores-contratacoes-leco

Crédito foto: Divulgação oficial do clube

Buffarini até teve um bom início no clube, demonstrando sua rapidez na lateral e fazendo boas jogadas, porém o jogador vem tendo uma queda de produção e quase não vem sendo utilizado. Em junho deste ano, houve especulação de que o lateral poderia ser liberado para defender a Libertadores com a equipe do San Lorenzo. Buffarini foi contratado pelo clube paulista, na era Leco, em julho do ano passado. 

3. Cícero (atacante)

cicero-sp-piores-contratacoes-lecoCrédito foto: Divulgação oficial do clube

Cícero pode ter ajudado o Tricolor em alguns momentos, mas não ganhou tantas chances com Dorival Júnior e, por "problemas internos", foi afastado do time, em decisão conjunta entre diretoria e comissão técnica. O atacante alegou, por meio de sua assessoria que nunca teve problemas dentro do clube e que recebeu ligações de jogadores o apoiando. Essa foi a segunda passagem de Cícero pelo Morumbi, tendo sido contratado do Fluminense no fim do ano passado.

twitter-de-esportes-esportudo

2. Wellington Nem (atacante)

wellington-nem-sp-piores-contratacoes-leco

Crédito foto: Divulgação oficial do clube

Uma das piores contratações de Leco como presidente do clube é a de Wellington Nem, que chegou com moral, porém suas inúmeras lesões e más atuações nos poucos jogos em que atuou fazem dele uma péssima ideia, que não se encaixou no clube. 

1. Rogério Ceni (técnico)

antes-das-mudancas-tecnicas-o-sao-paulo-precisa-se-reestruturar.png

Crédito foto: Divulgação oficial do clube / Rubens Chir

Rogério Ceni não se encontra nesta lista por falta de mérito próprio, mas sim por falta de acerto do presidente Leco, que certamente usou a imagem do ex-goleiro para lançar sua recandidatura ao cargo o qual ocupa. Antes assegurado no time até o fim de seu contrato, em dezembro de 2018, Rogério foi demitido no meio do caminho pelo presidente, que se eximiu de culpa e responsabilidade. 

E aí, curtiu o nosso conteúdo? Comente e acompanhe mais notícias do seu esporte favorito no Esportudo.com!

Veja também:
Confira os 10 maiores artilheiros da história do São Paulo

(Ainda) Precisamos falar sobre o machismo no futebol
Afinal, quem será o craque do Brasileirão 2017?

Veja Mais Notícias Assim

Categorias: São Paulo, Rogério Ceni, Futebol brasileiro, contratações, campeonato brasileiro, rebaixamento, Jogadores do São Paulo, Neilton, Reforços, Leco, cícero, piores contratações, Wellington Nem

Stephanie Contiero

Escrito por Stephanie Contiero

Stephanie Contiero é formada em Linguística pela Universidade Federal de São Carlos, é amante da gramática e não perde a chance de idolatrar o futebol. São-paulina de carteirinha, traz textos opinativos sobre o clube, com uma leitura leve e dinâmica

Recent Posts

Lists by Topic

see all
New Call-to-action