<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=542815619221093&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Corinthians 107 anos: A fantástica fábrica de treinadores do século 21

corinthians-a-fantastica-fabrica-de-treinadores-do-seculo-xxi

Crédito foto: Divulgação / Site Oficial do clube / Daniel Augusto Jr.

Sport Club Corinthians Paulista fundado em 1 de setembro de 1910, aclamado como o "Time do povo". Hoje completa mais um ano de vida somando 107 anos de muita história, títulos e consagrações. Mas nem tudo foi alegria, nos momentos de dificuldade, foi ai que o clube cresce e vira referência entre as outras equipes e silencia os rivais e a crítica.

O Timão sempre foi reconhecido pela sua base, que foi apelidada como "Terrão". Por lá nasceram craques como Rivellino, Deco, Sylvinho, Edu Gaspar, William, Marquinhos, Fagner dentre outros grandes nomes do futebol. Mas o que mais vem chamando a atenção nos últimos dez anos após ter caído para a Série B, foi a capacidade de criar e remodelar treinadores. Separamos a lista com os cinco nomes que foram "inventados" ou "reinventados" e chegaram ao seu auge da carreira comandando o time do Parque São Jorge.

Mano Menezes

corinthians-a-fantastica-fabrica-de-treinadores-do-seculo-xxi-mano

Foi contratado pelo Grêmio para comandar a equipe na Série B de 2005, além de conquista-la, ganhou um bi estadual e chegou à final da Libertadores de 2007. Deixou o Sul com a missão de comandar o Timão na Série B em 2008 e foi no Parque São Jorge que Mano esteve no auge da sua carreira, conquistando a segunda divisão do Campeonato Brasileiro, o Paulistão e a Copa do Brasil de 2009. Após seu ótimo desempenho, foi chamado em 2010 para comandar a Seleção Brasileira.

Tite

corinthians-a-fantastica-fabrica-de-treinadores-do-seculo-xxi-tite

O maior ídolo da nação corintiana nos últimos anos teve uma passagem rápida em 2004 salvando a equipe da degola e foi logo demitido em 2005, na ocasião ele disse: "Um dia eu volto para terminar o que não deixaram".  Sim, ele voltou em 2010 para substituir Adilson Batista e classificou o time para a Pré-Libertadores, onde foi eliminado pelo Tolima em 2011. Com um clima conturbado, eis que foi bancado por Andrés Sanchez (presidente na época), depois disso todos nós sabemos: dois títulos nacionais (2011 e 2015), Libertadores e Mundial (2012), Paulista e Recopa (2013) fora isso ele conquistou o coração da fiel torcida. Tite se tornou o treinador mais vencedor da história do Timão e o segundo que mais comandou o clube em sua história.

André Bié

corinthians-a-fantastica-fabrica-de-treinadores-do-seculo-xxi-andre

Crédito foto: Divulgação / Site Oficial do clube

esportes-instagram

Uma grande crise se instalou no futsal, que levou a uma grande revolução em 2016 após o Corinthians ser eliminado por cinco vezes seguidas na Semifinal da Liga Nacional (LNF). A diretoria mandou todos os medalhões e craques da equipe embora, promoveu o treinador do Sub-20 e contratou algumas peças mais experientes como Vander Carioca, além de subir alguns meninos como Leandro Lino e Marciel. No início da temporada, os especialistas apontavam como o fim do futsal no Parque São Jorge, mas o que aconteceu foi totalmente ao contrário. André Bié foi campeão da LNF e bicampeão Paulista (2016), isso em sua primeira temporada, além disso, ele está entre os cinco maiores treinadores do mundo no futsal, é o favorito para comandar a Seleção Brasileira de Futsal. A história de Bié foi inspiração para a diretoria corintiana revelar os ouros dois treinadores a seguir.

Osmar Loss

corinthians-a-fantastica-fabrica-de-treinadores-do-seculo-xxi-osmar

Crédito foto: Getty Imagens

Considerado um dos treinadores da nova safra, trabalha no clube desde 2013. Comandando a base (Sub-20) do Timão, conquistou dois títulos da Copa São Paulo (2015 e 2017), além de dois vices (2014 e 2016). Fez um trabalho com Tite para ensinar o "Terrão" a ter a mesma formação tática (apelidada de tik-taka de Itaquera) para que o time principal e o da base joguem da mesma forma, facilitando a vida dos meninos que chega ao time principal, já sabendo como se deve jogar por lá. Atualmente, Loss é o auxiliar técnico de Carille.

Fábio Carille

corinthians-a-fantastica-fabrica-de-treinadores-do-seculo-xxi-carille

Após a saída de Tite, o Timão sofreu na temporada em 2016. Apostou em dois treinadores que não deram certo. O braço direito de Tite, Carille, foi efetivado no final da temporada para comandar a equipe em 2017. Com uma grande crise financeira, teve poucos investimentos e contratou jogadores modestos, dando mais preferência para a base. Assim como no Futsal, os especialistas eram pessimistas e apontavam o Timão como a quarta força de São Paulo. Carille trabalhou forte e com muita competência (como prometeu em sua coletiva de efetivação), levou a equipe ao título do Paulistão em 2017 e na temporada inteira perdeu apenas quatro jogos. Entrou para a história do Brasileirão 2017 como a única equipe invicta por um turno inteiro, atualmente o Timão está na liderança do Brasileirão.

E aí, curtiu o nosso conteúdo? Comente e acompanhe mais notícias do seu esporte favorito no Esportudo.com!

Veja também:
Ex-jogador da base do Corinthians é pioneiro do freestyle no Brasil
Caso Zé Ricardo: Veja 8 técnicos que já viraram a casaca no Brasil
Que decepção! 10 gringos que não estão jogando nada no Brasileirão

Veja Mais Notícias Assim

 

Categorias: Futebol, Corinthians, Tite, Futebol brasileiro, Futsal, Mano Menezes, Treinadores, Fábio Carille, fábrica, século XXI

Silas Agostinho

Escrito por Silas Agostinho

Paulistano, graduado em Administração e pós-graduado em Controladoria. Sou apaixonado por esportes, principalmente por vídeo game, futebol e velocidade. Isso foi o que me levou a ser redator esportivo na Esportudo, onde escrevo desde 2016. Para conhecer melhor minha trajetória, siga no Instagram e no Twitter @silazagostinho

Recent Posts

Lists by Topic

see all
New Call-to-action