<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=542815619221093&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Lewis Hamilton diz que Senna é seu grande ídolo e inspiração


Lewis Hamilton e Ayrton Senna / imagem: skysports.com

O novo, mas já esperado campeão

Com três corridas de antecipação a Fórmula 1 já tem seu campeão de 2015, Lewis Hamilton sagra-se campeão da categoria elite do automobilismo mundial, e, mais uma vez Hamilton demonstrou sua admiração por Ayrton Senna.

Expressar agradecimento e reverencia a Senna é uma atitude cada vez mais comum do talentoso piloto inglês. Quando atingiu o mesmo número de vitorias do brasileiro, no Japão, Hamilton prestou uma homenagem nas redes sociais, usando as palavras "Ídolo", "O Maior" e "Rei Senna" para expressar o papel do tricampeão mundial Senna em sua vida. E nesse domingo, após vencer o GP dos Estados Unidos e igualar o número de títulos de seu grande herói e inspirador desde infância, o inglês, mais uma vez, exaltou sua maior referência na carreira de piloto. 

Em entrevista, o piloto da Mercedes disse que sua admiração por Senna é total, embora Senna fosse de outro pais, o objetivo de Hamilton sempre foi conquistar os mesmos três títulos do brasileiro, ainda disse que não há outro piloto em que ele se espelha. Também disse que agora ele sente que parte de sua missão está completa e, a partir de então, ele passa a carregar o bastão de Ayrton Senna.

A admiração de Hamilton por Senna durante sua infância

O britânico nasceu três anos antes da conquista do primeiro título de Senna, em 1988, porém, ele ainda conseguiu acompanhar as últimas “aceleradas” da carreira do brasileiro nas pistas. A morte repentina do ídolo, no trágico GP de San Marino no ano de 94, não fez que o britânico esquecesse ou substituísse a posição de Senna como seu ídolo, Hamilton estreou na F-1 pela equipe McLaren e fez questão de ressaltar o legado que Senna deixou para a equipe McLaren. Com um capacete inspirado no capacete de Senna, Lewis disputou suas primeiras temporadas na categoria e conquistou seu primeiro título no ano de 2008.

Desde muito cedo em sua carreira, o tricampeão sempre fez suas homenagens ao seu ídolo brasileiro, há algum tempo atrás, Hamilton publicou em redes sociais uma foto de sua época de kart, ao comemorar o título britânico ele segura e balança uma bandeira do Reino Unido e usa um capacete amarelo, igual ao do piloto brasileiro. A foto foi tirada em 1995, um ano depois da trágica morte de Senna.  

No ano passado, Em Interlagos, pista do GP do Brasil, o piloto da Mercedes foi ainda mais evidente e disse que se sentia conectado espiritualmente ao piloto brasileiro: "Vir ao Brasil é sempre muito marcante. Essa é a casa dele, e eu sinto a presença dele aqui".  

Piloto mais badalado e respeitado na F-1 atualmente, Hamilton já havia batido algumas marcas importantes de Senna, como o número de pódios (84 do inglês, contra 80 do brasileiro) e a quantidade de melhores voltas (26 contra 19). Após ter conquistado o tricampeonato, o inglês ainda continua atrás do ídolo quando o assunto é pole position. Hamilton tem 49, enquanto Ayrton Senna saiu na frente em 65 corridas, ficando atrás somente de Schumacher, com 68 pole positions.

Do que é feito um grande campeão

Vale lembrar que nos “tempos” de Senna era exigido muito mais do piloto, em contraste com a F-1 atual em que a tecnologia de ponta auxilia e assegura inúmeras vantagens ao piloto, e, que, somente agora em anos atuais a F-1 se tornou mais competitiva igualmente aos anos de Senna, pois em anos recentes era comum acontecer manobras de estratégias para manipular vitorias de pilotos com preferencias dentro de suas equipes, como aconteceu entre Schumacher e Rubinho Barrichello, onde o brasileiro cedeu a ponta ao alemão. Sem negar obviamente o talento do alemão, alguns de seus títulos aconteceram devido a essas manobras. E, alguns triunfos de Senna também foram superados porque esses pilotos tiveram maior números de corridas disputadas que Senna.

É inquestionável Senna ter milhares de fãs além de Lewis Hamilton, Senna era um competidor na explicação exata da palavra, era aguerrido e fanático por superações dos próprios limites, era um líder valente, que simpatizava desde o dono da equipe até o auxiliar de mecânica. Além disto tudo, Senna ainda era preocupado com as situações de desigualdade social e pobreza que assolava o Brasil e principalmente as crianças carentes e, mais de vinte anos após sua morte, seu projeto social “Senninha” ajudou e continua ajudando milhares de crianças.

Escutar a musica tema das vitorias de Senna nos domingos de manhã marcou a vida de muitos brasileiros.



 

Categorias: Fórmula 1, Ayrton Senna, Lewis Hamilton

Luciano Teixeira

Escrito por Luciano Teixeira

Estudante de Engenharia de Produção, poeta e escritor, mora em Bombinhas, litoral de S.C

Recent Posts

Lists by Topic

see all
New Call-to-action