<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=542815619221093&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

15 jogadores de vôlei que os fãs mais se identificam

jogadores-de-volei-que-os-fas-mais-se-identificam

Crédito foto: Getty Images

Desde as Olimpíadas de Los Angeles, o Brasil se tornou um dos grandes no mundo dentro do vôlei masculino e feminino. Depois do ouro em Barcelona em 1992 e na Liga Mundial em 1993, a equipe nacional esteve sempre entre os cinco melhores de cada competição que participou. Os premiados entre os melhores, tanto na quadra quanto na praia, têm sempre brasileiros. O país do futebol está se tornando o país do voleibol. O Brasil é o país que mais conquistou títulos na quadra ou na praia. Adversários respeitam as nossas cores, pois elas passaram a ser um ícone mundial do esporte de cortadas, saques, bloqueios e defesas eletrizantes.

Fãs de todo o mundo se identificam com alguns atletas, e o Esportudo fez uma lista com os jogadores de vôlei que os fãs brasileiros mais se identificam.

15. Dmitriy Muserskiy (Rússia)

jogadores-de-volei-que-os-fas-mais-se-identificam-dimitry

Quem não lembra a final dos Jogos de Londres em 2012? O Brasil com dois match points no terceiro set sofreu um apagão e a Rússia aproveitou da situação e virou o jogo, vencendo por 3 sets a 2. Muserskiy foi o maior responsável pela vitória do adversário. Em 2010, estreou na Seleção Russa contra os poderosos Estados Unidos e marcou 13 pontos.  Um jogador versátil com um excelente bloqueio e joga tanto como central quanto oposto. Campeão olímpico em 2012, ouro na Copa do Mundo em 2011, duas medalhas de ouro na Liga Mundial 2011 e 2013, foi eleito MVP e melhor bloqueador em vários torneios. Um atleta que os brasileiros nunca irão esquecer.

14. Ivan Zaytsev (Itália)

jogadores-de-volei-que-os-fas-mais-se-identificam-ivan

A Itália é sem dúvida uma das melhores equipes do voleibol e tem produzido muitas estrelas, a mais recente é de origem russa. Zaytsev é conhecido pelo seu potente ataque e seu corte de cabelo. Estreou na seleção em 2008, onde foi bronze duas vezes na Liga Mundial, prata na Copa do Mundo e um bronze e prata nos Jogos Olímpicos. Nos Jogos do Rio 2016, estabeleceu um recorde de 127 km no saque.

13. Bartosz Kurek (Polônia)

jogadores-de-volei-que-os-fas-mais-se-identificam-kurek

Fãs de todo mundo conhecem Kurek muito bem, especialmente os brasileiros, pela sua regularidade, sua potência no ataque e seus bloqueios e principalmente pela sua provocação, irritando os adversários, fazendo perder a concentração e diminuindo o desempenho de todo o time. Em 2009, vestiu a camisa de seu país pela primeira vez, na conquista do Campeonato Europeu. Foi eleito MVP da Liga Mundial em 2012, quando conquistou o ouro.

12. Earvin N'Gapeth (França)

jogadores-de-volei-que-os-fas-mais-se-identificam-earvin

Em 2010, N'Gapeth foi excluído da seleção por motivos disciplinares durante a Copa do Mundo e voltou para a equipe nacional no Campeonato Europeu de 2011. Defendendo o seu país, foi campeão Europeu e da Liga Mundial em 2015, onde foi eleito o MVP da competição. Atualmente está entre os melhores do mundo.

11. David Lee (Estados Unidos)

jogadores-de-volei-que-os-fas-mais-se-identificam-lee

New Call-to-action

Iniciou sua carreira na Seleção Americana em 2005, como central. Ouro e bronze em Jogos Olímpicos, ouro na Copa do Mundo em 2015 e dois ouros e dois bronze na Liga Mundial, foi eleito melhor bloqueador na Liga em 2014. Um jogador completo, muita potência no ataque, um bloqueio perfeito e muita consistência, faz que ele seja um jogador que os fãs não gostam de ver jogar do outro lado da rede.

10. Matthew Anderson (Estados Unidos)

Atualmente, Anderson é o melhor jogador americano. Um jogador completo, sem muitos erros. Quando joga contra o Brasil, torcemos para que ele erre, mas é quase impossível, frustrando os fãs brasileiros. Bronze nas Olimpíadas do Rio, ouro em 2015 na Copa do Mundo, ouro, prata e bronze na Liga Mundial, foi eleito MVP da Copa do Mundo de 2015.

9. Karch Kiraly (Estados Unidos)

jogadores-de-volei-que-os-fas-mais-se-identificam-kiraly

Em 1981, começou sua carreira na Seleção Americana. Talvez, o mais completo jogador de todos os tempos, Karch Kiraly é o único jogador deste esporte - masculino e feminino - a conquistar medalha de ouro nos Jogos Olímpicos na quadra e na praia, um jogador completo com muita regularidade. Em seu currículo, ele tem dois ouro olímpicos e uma Copa do Mundo. Depois de encerrar sua carreira como jogador de quadra, voltou suas atenções para a praia, onde se tornou o jogador mais vitorioso. Quando se aposentou, se tornou técnico da seleção feminina.

8. Bernard Rajzman

jogadores-de-volei-que-os-fas-mais-se-identificam-bernard

Crédito foto: Getty Images

Bernard Iniciou sua jornada na seleção com dezessete anos e apesar de sua baixa estatura, foi um dos grandes nomes da geração de prata. Participou de três Olimpíadas, prata em 1984. Levava os torcedores ao êxtase com o seu saque Jornada nas Estrelas. Foi um dos representantes do Brasil na premiação aos melhores do voleibol do século XX.

7. Dante Amaral

jogadores-de-volei-que-os-fas-mais-se-identificam-dante

Na seleção desde 1999, Dante foi uma peça importante nas grandes conquistas e domínio do nosso vôlei. Campeão olímpico em 2004 com duas pratas, três vezes campeão do mundo, sete da Liga Mundial e duas da Copa do Mundo. Eleito melhor atacante, bloqueador e defensor em várias ocasiões e MVP da Copa América em 2005.

6. Lucas Saatkamp

jogadores-de-volei-que-os-fas-mais-se-identificam-lucas

Um dos melhores centrais da atualidade, Lucão tem um entrosamento com Bruninho e sua potência no ataque, bloqueio e saque faz dele uma arma poderosa contra qualquer adversário. Na seleção desde 2007, conquistou um ouro olímpico, duas Ligas Mundiais e um Mundial. Em 2014, foi eleito o melhor bloqueador da Liga Mundial. Todos temos confiança na sua capacidade de virar a bola.

5. Marcelo Negrão

jogadores-de-volei-que-os-fas-mais-se-identificam-marcelo

Com pouco tempo de seleção, somente quatro anos, nenhum atleta ficou no coração da torcida como Negrão. Um atacante que não tinha conhecimento do bloqueio, um atacante nato. Nunca vamos esquecer o último ponto de nossa primeira medalha de ouro em 1992. Foi eleito o melhor atacante na Liga Mundial de 1992, melhor saque em 1994 e MVP dos Jogos Olímpicos de 1992.

4. Renan Dal Zotto

facebook-de-esportes

Renan fez parte da geração de prata, e foi um dos representantes do Brasil na premiação dos melhores deste esporte do século XX. Um atleta completo, tanto no ataque quanto na defesa, deixou a carreira de jogador em 1993, mas nunca ficou longe do esporte. Em 2017, foi anunciado como substituto de Bernardinho no comando da Seleção Brasileira.

3. Wallace de Souza

jogadores-de-volei-que-os-fas-mais-se-identificam-wallace

Estreou com a camisa nacional em 2009, campeão olímpico no Rio 2016, melhor oposto do mundo da atualidade. Quando a bola está perdida, o levantador o procura, pois sabe que ele virará a bola. Sua vontade de vencer e seu entusiasmo contagiam a torcida e seus companheiros. Seu ataque, quase sempre por cima do bloqueio, é indiscutivelmente um dos melhores da atualidade. Faz qualquer adversário tremer, um jogador que deixa boas lembranças por onde passa.

2. Gilberto Amauri de Godoy Filho

jogadores-de-volei-que-os-fas-mais-se-identificam-giba

Giba, como é conhecido, iniciou sua carreira na seleção em 1995, chegando ao topo do pódio em Jogos Olímpicos, Campeonato Mundial, Copa do Mundo, Sul-Americano, Pan-Americano, Liga Mundial e Copa América. É considerado um dos melhores atletas dos anos 2000, MVP dos Jogos Olímpicos de 2004, Liga Mundial de 2006, Mundial em 2006 e 2007 e na Copa do Mundo. Pela Famous Magazine, em 2010, foi eleito o melhor jogador de voleibol da última década. Um dos ícones do nosso esporte. Em 2015, a Fox Sports o elegeu o melhor jogador de voleibol de todos os tempos. Sem dúvida alguma deixou muitas memórias no coração da torcida brasileira.

1. Sergio Santos

jogadores-de-volei-que-os-fas-mais-se-identificam-serginho

Serginho vestiu a camisa amarela pela primeira vez em 2001, sem dúvida alguma o melhor líbero do mundo. Foi o primeiro líbero a ser eleito MVP na história da Liga Mundial em 2009. Aos 40 anos, voltou a defender a seleção e ajudou a equipe a conquistar o ouro olímpico no Rio 2016, onde foi eleito o melhor líbero e o MVP da competição.  Com a seleção, subiu ao pódio duas vezes em Jogos Olímpicos, duas no Mundial, duas na Copa do Mundo, sete na Liga Mundial, sete no Sul-Americano, uma no Pan-Americano e uma na Copa das Américas.  

Menção honrosa:

Konstantin Reva, Nekoda, Conte, Tomasz Wojtowicz, Zlatanov, Fabiani, Josef Musil, Despaigne, Diego Lapera, Gardini, Lorenzo Bernardi, Mauricio, Murilo, Nalbert.

E aí, curtiu o nosso conteúdo? Comente e acompanhe mais notícias do seu esporte favorito no Esportudo.com!

Veja também:
As 10 melhores contratações para a Superliga 2017/2018
Murilo não foi o único: Relembre 6 jogadores flagrados no doping
4 jogadoras que mereceram a convocação de Zé Roberto Guimarães

Veja Mais Notícias Assim

 

Categorias: Vôlei, Fãs, Jogadores, jogadores de vôlei, identificam

Ader Sobrinho

Escrito por Ader Sobrinho

Mineiro, amante de todos os esportes. Torcedor do Patriots e Atlético-MG. Esportes favoritos são: futebol, futebol americano, vôlei e basquete.

Recent Posts

Lists by Topic

see all
New Call-to-action