<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=542815619221093&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

F1: Depois de Ayrton Senna, a triste seca de títulos na Fórmula 1

F1-Ayrton-Senna-titulos-Formula-1.jpg

Crédito foto: Reprodução Facebook

Como eu sinto saudades dos anos 90 principalmente quando eu acordava num domingo de manhã e corria para frente da televisão para assistir a mais uma vitória de Ayrton Senna, Emerson Fittipaldi e Nelson Piquet. Naquela época, nós tínhamos a certeza de uma grande corrida onde até disputávamos títulos. Desde então, o último ganhador da competição foi o lendário e ídolo Ayrton Senna. Há tempos, o Brasil ficou órfão de grandes vencedores e nunca mais teve esse gostinho de ganhar o principal torneio de automobilístico do mundo, a saudosa Fórmula 1.

Até tivemos chances, mas fomos barramos na superioridade do incrível alemão Michael Schumacher. Após a morte trágica de Ayrton Senna, nós tivemos uma geração que até teve um sucesso em algumas temporadas como, por exemplo, Rubens Barrichello e Felipe Massa. Até surgiram outras promessas como Ricardo Zonta e até mesmo o Nelsinho Piquet, filho do lendário piloto, e Bruno Senna, sobrinho de Senna, o ídolo máximo da F1.

Todos os nomes que mencionamos acima tentaram, mas não tiveram o mesmo êxito que os seus antepassados e definitivamente não engrenaram. Desde 1991, o Brasil não sabe o que é vencer um título da Fórmula 1, ou seja, o último título foi conquistado por Senna há exatamente 25 anos. 

f1-barrichello-massa-formula-1-ayrton-senna-motor-titulos

O declínio brasileiro na competição é bem maior ainda nos últimos dez anos, depois das repetidas façanhas do alemão Schumacher em cima de Rubens Barrichello, ambos da Ferrari. Teve vezes em que o brasileiro até desacelerou quase na linha de chegada para o alemão passar como, por exemplo, o GP da Áustria em 2002.

Um pouco mais tarde, agora em 2006, foi a vez de outro brasileiro substituir Rubens Barrichello na Ferrari. O nome da vez foi Felipe Massa. Em 2008, o brasileiro chegou perto de conquistar o título, mas perdeu o campeonato para o jovem inglês Lewis Hamilton, estreante na F1 daquele ano pela diferença de um ponto.  Além disso, em 2009, Massa sofreu um grave acidente no GP da Hungria – o piloto foi atingido na cabeça por uma mola que se soltou do carro de Rubens Barrichello – depois desse baita susto, Massa nunca mais foi o mesmo.

Para você ter uma noção, a última vez em que tivemos um brasileiro no topo mais alto do pódio, aconteceu no dia 13 de setembro de 2009, GP da Itália, em Monza, onde Barrichello venceu pela Brawn GP.

f1-barrichello-ultima-vitoria-formula-1-ayrton-senna-motor-titulos

Crédito foto: Reprodução Facebook oficial

Desde a saída de Barrichello, nunca mais tivemos outro brasileiro no topo mais alto do pódio. Vale dizer que Rubinho está competindo atualmente na Stock Car, Massa está na Williams, mas segue sem muito destaque e Felipe Nasr está na engatinhando na Sauber. 

Opinião do autor

Nem preciso dizer que as manhãs de domingo ficaram estranhas e chatas sem as vitórias brasileiras na F1. Há uma necessidade imensa de um investimento no automobilismo. Aos poucos, estão acabando com essa modalidade.

Precisamos reviver aqueles dias de glórias que tanto nos orgulhou um dia. Cada um de nós, pode contribuir para que essa modalidade volte e faça parte novamente dos nossos domingos. Vale dizer que a Fórmula 1 já fez muito fanático por futebol ter um carinho especial.

Veja ou reveja está corrida conquistada pelo eterno Ayrton Senna em 1988:

E você acha que podemos superar essa crise de títulos e retomar o mesmo sucesso dos pilotos do passado? Comente!

Veja também:
Lewis Hamilton diz que Senna é seu grande ídolo e inspiração
8 acidentes incríveis da Fórmula 1
Rio 2016: Exclusiva com Daniel Dias, atleta paralímpico brasileiro; confira

Veja Mais Notícias Assim

Categorias: Fórmula 1, Ayrton Senna, Lewis Hamilton, Automobilismo, Felipe Massa, Emerson Fittipaldi, Rubens Barrichello, Ferrari

Silas Agostinho

Escrito por Silas Agostinho

Paulistano, graduado em Administração e pós-graduado em Controladoria. Sou apaixonado por esportes, principalmente por vídeo game, futebol e velocidade. Isso foi o que me levou a ser redator esportivo na Esportudo, onde escrevo desde 2016. Para conhecer melhor minha trajetória, siga no Instagram e no Twitter @silazagostinho

Recent Posts

Lists by Topic

see all
New Call-to-action