<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=542815619221093&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

5 curiosidades sobre a maior goleada da história do futebol brasileiro

curiosidades-sobre-a-maior-goleada-da-historia-do-futebol-brasileiro

Crédito foto: Divulgação / Site Oficial do Botafogo

30 de maio de 1909. Em partida válida pelo Campeonato Carioca, o recém-fundado Botafogo receberia a equipe do Mangueira. À época, ninguém poderia imaginar que, mais de 100 anos depois, o jogo continuaria sendo relembrado. O motivo? Ali nasceu a maior goleada da história do futebol brasileiro.

O Esportudo reuniu cinco curiosidades sobre esse momento tão especial para os fanáticos por futebol – especialmente para os Alvinegros. São dados relacionados à partida, em si, e a acontecimentos que de alguma forma guardam relação com o jogo. Confira!

1) Se quem faz três pede música...

Gilbert Hime pediria uma playlist? O atacante marcou nove vezes no confronto. Além dele, Flávio Ramos também se destacou, anotando sete gols. 

2) 24 gols em 90 minutos?

Que nada! À época, as regras do futebol eram um pouco diferentes. Em 1909, por exemplo, cada tempo de jogo tinha apenas 40 minutos. No total, foram "apenas" nove gols na primeira etapa, enquanto o segundo tempo abrigou um 15 a 0.

3) Onze contra onze?

Também não! A equipe do Mangueira, que tinha um caráter mais amador, atuou com apenas dez jogadores durante toda a partida. O Botafogo, que já possuía uma estrutura mais organizada, entrou com o time completo.

4) BFR... ou BFC?

À época, o nome do Glorioso era “Botafogo Football Club”. O BFR – homenageando também as regatas, como conhecemos hoje – nasceu apenas em 1942, mais de 30 anos depois da goleada histórica. A casa do BFC era o Estádio Voluntários da Pátria, na Zona Sul do Rio.

5) Fogo nos Sertões

curiosidades-sobre-a-maior-goleada-da-historia-do-futebol-brasileiro-euclides

Crédito foto: Domínio Público

instagram-de-futebol

Dinorah, zagueiro do Botafogo na época, anotou um gol na goleada, mas passou a enfrentar uma situação muito delicada poucos meses depois. Veja o que aconteceu: seu irmão era amante da esposa de Euclides da Cunha, um dos nomes mais famosos da literatura brasileira. Irritado, o escritor entrou na casa do inimigo e iniciou um tiroteio. O resultado? Euclides morreu e Dinorah também recebeu um tiro na nuca. Algum tempo depois, essa bala alojada o deixaria paraplégico.

E aí, curtiu o nosso conteúdo? Comente e acompanhe mais notícias do seu esporte favorito no Esportudo.com!

Veja também:
Carta aberta de um torcedor do Botafogo para o atacante Sassá
4 históricos jogos de futebol sob neve no Brasil
Top 7: Jogadores mais jovens a marcar no Brasileirão

Veja Mais Notícias Assim

 

Categorias: Futebol, Futebol brasileiro, história, Curiosidades, goleada, Sobre, Curiosidades sobre, da história

Marcos André

Escrito por Marcos André

A culpa é das estrelas: torcedor fanático do Dallas Cowboys e do Botafogo. Escreve para o Esportudo desde agosto de 2016.

Lists by Topic

see all
New Call-to-action