<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=542815619221093&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Conheça Carlos Bianchi, o "Mr. Libertadores" que está sem clube

conheca-carlos-bianchi-o-mr-libertadores-que-esta-sem-clube

Crédito foto: Getty Images

É um consenso no futebol que são argentinos os melhores técnicos da América do Sul, afinal, os hermanos ano a ano ganham espaço nos comandos de grandes times até da Europa. Isso fica explícito no próprio torneio internacional, a Copa Libertadores da América, em que os treinadores do país vizinho são os maiores vencedores, ao todo com 26 conquistas.

No entanto, o que chama a atenção é um nome em especial que dessas várias conquistas têm sua presença em quatro: Carlos Bianchi, ou mais conhecido como “Mr. Libertadores”.

conheca-carlos-bianchi-o-mr-libertadores-que-esta-sem-clube-boca

esportes-instagram

O ex-atacante argentino de 68 anos venceu quatro vezes o torneio continental: Em 1994 comandando o Vélez Sársfield e em 2000, 2001 e 2003 pelo Boca Juniors. Sem contar outros torneios nacionais e alguns intercontinentais: Ganhou sete Campeonatos Argentino, quatro pelo Boca e cinco pelo Vélez; e venceu alguns Mundiais de Clubes, ou como chamavam na época, “Copa Intercontinental”, duas pelo time da La Bombonera nos anos de 2000 e 2003 e uma pelo “Velón” em 1994, onde também ganhou uma “Interamericana”, campeonato em que se enfrentavam o campeão da Libertadores e o campeão da Concacaf.

Bianchi também já assumiu alguns times europeus: fez longa carreira na França após sua aposentadoria, assumindo o Stade Reims (1985-1988), Nice (1989-1990), Roma em 1996 e o Atlético de Madrid (2005-2006). No entanto, não obteve sucesso ao ponto de conquistar títulos.

O "Projeto Mundial" do Palmeiras com a Crefisa pede Bianchi?

conheca-carlos-bianchi-o-mr-libertadores-que-esta-sem-clube-palmeiras

Crédito foto: Divulgação / Site Oficial Palmeiras

Só neste ano, a Crefisa já investiu 100 milhões de reais em contratações para efetivar o “Projeto Mundial”. Porém, o time alviverde fracassou caindo nas oitavas de final da Copa Libertadores da América, nas quartas da Copa do Brasil e também não anda tendo vida fácil no Campeonato Brasileiro, amargando a quarta posição, vendo seu rival Corinthians disparado na liderança.

Com a crise e o questionamento tanto da imprensa quanto da torcida com o trabalho de Cuca, e sabendo que o projeto é do bicampeonato da América e o bi Mundial, sendo que o primeiro foi em 1951 e é muito questionado, por que não contratar um medalhão vitorioso nos dois torneios?

O histórico de gringos que assumem times no Brasil não é dos melhores, mas, nos últimos anos alguns têm até chegado longe: Bauza em 2016 levou o São Paulo para a semifinal da Libertadores, Diego Aguirre, caindo para o mesmo SP nas quartas, comandou um bom time do Atlético Mineiro e comandando o Internacional - caiu na semi em 2015.

No entanto, levando em consideração todo um imenso e caro projeto, seria Carlos Bianchi a solução para o Palmeiras?

E aí, curtiu o nosso conteúdo? Comente e acompanhe mais notícias do seu esporte favorito no Esportudo.com!

Veja também:
As 10 piores contratações feitas por Alexandre Mattos no Palmeiras
Jogadores que vieram para o Brasil com a Copa na cabeça
Que decepção! 10 gringos que não estão jogando nada no Brasileirão

Veja Mais Notícias Assim

 

Categorias: Futebol, Palmeiras, Técnico, Clube, Conheça, Carlos Bianchi

Lucas Barozzi

Escrito por Lucas Barozzi

Recent Posts

Lists by Topic

see all
New Call-to-action