<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=542815619221093&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Ano histórico: Zagueiro da Chape Sub-20 analisa excelente temporada

ano-historico-zagueiro-da-chape-sub-analisa-a-excelente-temporada

Crédito foto: Reprodução / Instagram Oficial Guilherme Pessoa

Um novo ciclo, um novo capítulo, uma nova trajetória a ser percorrida. Assim começou 2017 para a Chapecoense. E foi justamente a equipe Sub-20 que deu o pontapé inicial nas competições oficiais da temporada. A categoria se deparou com o calendário mais importante dos últimos anos, mas em cada canto por onde passou, levou consigo a marca registrada do clube: fazer história!

Copa São Paulo de Futebol Júnior

Logo na primeira semana de janeiro, a Chape já tinha um destino: a Copa São Paulo de Futebol Júnior, a famosa Copinha. Eram 120 clubes, 30 grupos e o peso de nunca ter passado da primeira fase. O Alviverde estreou com derrota para o Nova Iguaçu, mas goleou o Sampaio Corrêa e empatou com o Desportivo Brasil. Resultados suficientes para o primeiro feito do ano: chegar à segunda fase. Em “casa”, era assim que o Verdão se sentia em Capivari, para encarar a maior potência júnior da atualidade, o grande favorito ao título. Mas, deu Chape novamente! Depois de conter a pressão Tricolor por 90 minutos, o Alviverde desbancou o São Paulo nos pênaltis e avançou.

Mais um adversário difícil, na terceira fase, o vice-campeão paulista Sub-20 de 2016, o Capivariano. Com futebol eficiente e emocionante, veio a vitória por 3 a 2 e a eliminação de mais um paulista. Nas oitavas, a equipe derrotada foi o Ituano. Enfim, chegaram as quartas de final. Depois de perder por um gol de diferença para o Paulista, os catarinenses deram adeus à competição, satisfeitos pela ótima campanha.

Campeonato Catarinense 2016

ano-historico-zagueiro-da-chape-sub-analisa-a-excelente-temporada-time

Crédito foto: Divulgação / Site Oficial do clube / Rafael Bressan

instagram-de-futebol

No fim de março foi hora de voltar a campo pelo Campeonato Catarinense. Em virtude da tragédia, o duelo da final que seria disputado em dezembro, acabou adiado. Quatro meses depois. Uma partida que valia um título inédito. Apesar da vantagem, a Chape enfrentou o Tigre, em Criciúma. E mesmo com um jogador a menos, o grupo alcançou mais um marco: primeiro título catarinense da Chapecoense Sub-20.

O zagueiro da equipe, Hiago Cena, ressalta a relevância dessa taça. “Para o grupo inteiro foi muito importante, foi um título inédito para a categoria e também pela importância depois do acidente, então para a gente vai ficar marcado. Nós tiramos força de onde não tinha, mesmo com a pausa. Mas, graças a Deus, conseguimos trazer o título para Chapecó e homenagear todos que faleceram no acidente”, conta o jogador. 

Copa do Brasil Sub-20

Quarto ano consecutivo. O histórico do Alviverde na Copa do Brasil Sub-20 não era dos melhores, eliminação sempre na primeira fase. Mas, não foi isso que aconteceu em 2017. Diante de uma tabela complicada, a Chape conseguiu eliminar o Inter, em pleno Beira Rio e conquistar a vaga inédita. Ficou no empate com o Náutico – o clube foi excluído da competição devido uma irregularidade. Por esse motivo, teve à frente o gigante Corinthians. Bateu o Timão, na Arena Barueri, para chegar às quartas de final. A base se despediu da Copa do Brasil, eliminada pelo atual campeão, o Atlético Mineiro.

Para o camisa 3 do Alviverde, o diferencial esteve no trabalho feito durante o ano. “Começou com a comissão do Agnaldo, depois assumiu o Chip (Rodrigo Casarin), que deu continuidade no trabalho. O Emerson também teve uma parcela nesse grupo. A gente fez uma campanha muito boa dentro dos padrões do clube. A Copa do Brasil é um campeonato muito difícil, contra equipes formadoras no Brasil”, explica o zagueiro.

Campeonato Brasileiro Sub-20

ano-historico-zagueiro-da-chape-sub-analisa-a-excelente-temporada-brasileiro

Crédito foto: Divulgação / Site Oficial do clube / Sirli Freitas

Por fim, o mais importante, o Campeonato Brasileiro Sub-20. Pela primeira vez na história, o clube disputou esta competição, que reúne as 20 melhores equipes classificadas no Ranking Nacional de Clubes 2017. No Grupo A, o time catarinense superou o Santos, o Inter e o Sport, perdeu apenas para o Botafogo. Um aproveitamento de 75%. Já na segunda fase, a performance não se repetiu.

Hiago reconhece a dificuldade da competição, mas ressalta a força do grupo. “Hoje em dia é o maior e mais difícil campeonato do Sub-20. A gente fez uma bela campanha, acredito que surpreendeu até as nossas expectativas, lógico que acreditamos no nosso trabalho e no grupo, mas nós conseguimos na primeira fase, não só eliminar equipes difíceis, mas jogar bem. Na segunda fase, deixamos cair um pouco, acredito que relaxamos. A gente mostrou que o Sub-20 tem muito valor, tem muita gente boa. A gente provou que o grupo é muito forte", afirma o atleta.

Superação e um legado

ano-historico-zagueiro-da-chape-sub-analisa-a-excelente-temporada-hiago

Crédito foto: Divulgação / Site Oficial do clube / Sirli Freitas

O capitão, que não disputou a Copinha por estar integrando o grupo profissional, finaliza analisando a temporada de 2017.  “Acredito que a gente deixou um legado importante. A gente deixou uma impressão muito boa. Então é continuar honrando essa camisa e continuar provando que temos o espírito de guerreiro, que sempre foi a cara da Chapecoense. A gente trabalha para isso, para cada vez colocar a Chapecoense em um patamar mais alto”, finaliza Hiago.

E aí, curtiu o nosso conteúdo? Comente e acompanhe mais notícias do seu esporte favorito no Esportudo.com!

Veja também:
Top 10 traz clubes que mais finalizaram certo e errado no Brasileirão
4 jogadores que "mitam" em desarmes e faltas sofridas no Cartola FC
Técnicos estrangeiros no futebol brasileiro é a solução?

Veja Mais Notícias Assim

 

Categorias: Futebol, Futebol brasileiro, Chapecoense, Temporada, Ano, Chape, Copa São Paulo de Futebol Júnior, zagueiro, Sub-20, histórico

Isabel Piccoli

Escrito por Isabel Piccoli

Estudante de Jornalismo, 18 anos, Santa Catarina.

Lists by Topic

see all
New Call-to-action