<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=542815619221093&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Analisem e chorem com os 11 piores jogadores da história do Vasco

analisem-e-chorem-com-os-piores-jogadores-da-historia-do-vasco

Crédito foto: Reprodução / Arquivo Pessoal do atleta

É muito prazeroso quando olhamos na história de um clube de futebol e encontramos nomes consagrados que já vestiram e honraram como puderam determinadas camisas. E no Clube de Regatas Vasco da Gama craques não faltaram. Contudo, nem só de alegrias vive um time não é mesmo? Derrotas fazem parte e jogadores, digamos menos talentosos, infelizmente volta e meia aparecem para prejudicar o rendimento de uma equipe e provocar raiva em seus torcedores.

Pensando nisso, o Esportudo resolveu cutucar um pouco os vascaínos (de brincadeira, claro!) e enumerou os 11 piores jogadores que já vestiram a tão gloriosa camisa do clube carioca.

Goleiro – Tadic

Em 2004, o goleiro Fábio entrou em uma litigio com o clube e o então técnico Geninho teve uma ideia de “gênio” (péssimo trocadilho, não é mesmo?). Resolveu escalar o então reserva do reserva Tadic, goleiro que só estava no clube porque era amigo de Petkovic, então líder do elenco na época. O resultado dessa aventura foi um desastre por completo. Em apenas sete partidas, sofreu 14 gols, uma média impressionante de dois por jogo. Para resumir o sofrimento, toda a bola que ia para o gol entrava. Sumiu do mesmo jeito que apareceu, sem ninguém saber como.

Lateral-direito – Élder Granja

Pensa em um cara que não conseguia acertar um cruzamento. Esse foi Élder Granja em São Januário. Depois de boas passagens por Palmeiras e Sport, chegou ao Cruzmaltino para ser aquele que seria a válvula de escape da defesa. Mas, depois de apenas 22 partidas e muita irritação do torcedor com ele, foi emprestado ao Atlético-PR e não deixou nenhuma saudade no clube carioca.

Zagueiros – Ciro

Para montar essa zaga de horrores uma coisa era certa: jogador que esteve presente na pior derrota do time na história do Campeonato Brasileiro, o fatídico 7 a 2 para o Atlético-PR. E aquele que simboliza isso é o zagueiro Ciro. Destaque do Americano de Campos, o então jovem zagueiro chegou cheio de esperança e logo ingressou na equipe titular. Mas, a inexperiência e a falta de técnica foram determinantes para que torna-se um dos piores zagueiros do clube. Sem contar seu posicionamento que era um horror.

Fábio Braz

analisem-e-chorem-com-os-piores-jogadores-da-historia-do-vasco-braz

Crédito foto: Divulgação / Site Oficial Brasiliense

instagram-de-futebol

Um botinudo de marca maior. Especialista na arte de dar chutões e falhar nas bolas aéreas, Fábio Braz foi contratado através de um DVD que infelizmente chegou às mãos do então técnico Renato Gaúcho. Esse DVD deve ter sido bem editado, porque a comissão técnica se impressionou com o que viu. Ficou no clube de 2005 até o começo de 2007, quando se transferiu para o Corinthians, que coincidentemente foi rebaixado no mesmo ano.

Lateral-esquerdo – Edu Pina

analisem-e-chorem-com-os-piores-jogadores-da-historia-do-vasco-pina

Crédito foto: Divulgação / Site Oficial do clube

Uma dos mais promissores da base vascaína. Foi assim que Edu Pina foi apresentado aos torcedores em 2008 na campanha que levou o time à segunda divisão. As boas línguas diziam que ele era bom na marcação e com boa chegada ao ataque. Contudo, isso nunca entrou em campo e Pina não deixou nenhuma dúvida que seu lugar não era por lá.

Volantes – Jonílson

analisem-e-chorem-com-os-piores-jogadores-da-historia-do-vasco-jonilson

Crédito foto: Divulgação / Site Oficial do clube

Um volante que não sabia desarmar sem fazer falta. Apresento-lhes Jonílson. Pode ser também o cara das furadas, porque ao meu ver, ele tinha sérios problemas de visão, pois inúmeras vezes nem acertava a bola. Inacreditavelmente fez 50 jogos no clube no ano de 2008, que marcou a primeira queda à segunda divisão.

Gomes

O primeiro nome da barca que o Vasco promoveu após ser derrotado impiedosamente pelo Atlético-PR em 2005. Formado no próprio time carioca, Gomes originalmente era zagueiro, mas ao chegar no profissional foi deslocado para o meio campo como volante, e foi um desastre do início ao fim. Sua passagem foi tão negativa, que em nenhum momento cogitou-se a transferência para a sua posição de origem. A dispensa foi imediata diante do show de horrores apresentado em campo.

Meias – Allan Delon

analisem-e-chorem-com-os-piores-jogadores-da-historia-do-vasco-delon

Crédito foto: Divulgação / Site Oficial do Brasiliense

twitter-de-esportes-esportudo

Chegou em 2005 com o status de grande nome do Vitória-BA para comandar o meio campo vascaíno. Mas, não chegou a jogar nem mesmo dez partidas, por conta de problemas com o físico e a lentidão apresentada em campo. Ao que tudo indica, seu faro de fazer gols ficou na Bahia, mais especificamente no Barradão.

Rodrigo Beckham

analisem-e-chorem-com-os-piores-jogadores-da-historia-do-vasco-rodrigo

Crédito foto: Getty Images

Se analisássemos pelo nome pitoresco, podíamos até achar que seria um grande negócio a chegada de Rodrigo Beckham ao Vasco. Depois de boa passagem pelo Botafogo, o meia já chegou ao clube em baixa, mas a direção (sempre ela) achou que ele seria aquele meia de chegada ao ataque que o clube tanto buscava. Porém, a suposta beleza ofuscou seu futebol, pois o meia atuou em apenas sete partidas, sendo criticado em todos os jogos, uma vez que mal conseguia acertar um passe para seus companheiros.

Atacantes – Edgar

“Edgol” para os íntimos, o atacante Edgar com passagens pelo São Paulo, Porto e Estrela Vermelha, chegou para a disputa da Série B de 2009 como uma das opções para o ataque, mas sua condição física e técnica bem abaixo não foi aprovada pelo técnico Dorival Jr., que o escalou em apenas cinco partidas, com dois gols marcados.

Valdir Papel

analisem-e-chorem-com-os-piores-jogadores-da-historia-do-vasco-papel

Crédito foto: Reprodução / Youtube

O jogador com o papel (trocadilho infame) mais deprimente do Vasco. Valdir entrou no segundo jogo da final da Copa do Brasil e conseguiu a proeza de ser expulso com menos de 20 minutos do primeiro tempo, culminando à noite com um empurrão aplicado pelo técnico Renato Gaúcho, que ali naquele momento fez o que todo vascaíno teve vontade de fazer naquele dia.

E aí, curtiu o nosso conteúdo? Comente e acompanhe mais notícias do seu esporte favorito no Esportudo.com!

Veja também:
Top 7: Jogadores mais jovens a marcar no Brasileirão
Top 8 promessas que não vingaram no futebol brasileiro
Top 10: Os jogadores mais valiosos atuando no futebol brasileiro

Veja Mais Notícias Assim

 

Categorias: Futebol, Vasco, Futebol brasileiro, história, Jogadores, Vasco da Gama, Piores jogadores

Vitor Quartezani

Escrito por Vitor Quartezani

Carioca, pós-graduado em Jornalismo Esportivo, torcedor dos 49ers, apaixonado por NFL, tênis e futebol

Lists by Topic

see all
New Call-to-action